29 de nov de 2010

Capitúlo XX

 A reunião PT 2

-Alem de não saber o que está acontecendo ela está desarmada, e mesmo que soubesse do que está ocorrendo ela não poderia fazer muito...
Pensava Atena enquanto os outros deuses discutiam como matar a mulher.
-Não posso contar com nenhum dos deuses aqui no Olimpo, eles nunca me ajudariam.
Continuou pensando.
-Mas, eu sei de alguém que pode me ajudar, que assim como eu ele não concorda com toda carnificina que está acontecendo. Ele é o semideus filho de Hefesto, Jorge.
Atena tem seu pensamento interrompido por uma pergunta de Zeus.
-Concorda Atena?
-Sim.
Respondeu Atena sem saber do que se tratava.
-Então está decidido, Hades chame-o até aqui.
Ao estalar os dedos uma sombra apareceu novamente por trás de Hades e tomou forma de um rapaz exatamente igual a Hypnos. Não, esse tinha cabelos e olhos azuis, era o irmão gêmeo de Hypnos, era Tanatos o deus da morte.
-Tanatos, eu tenho um pedido a lhe fazer.
Disse Hades.
-O que deseja imperador Hades?
Perguntou Tanatos.
-Quero que coloque a Humana que Apolo trouxe ao Olimpo em tormento por 10 horas.
Disse Hades.
-NÃO!
Gritou Atena.
-Algo contra Atena?
Perguntou Zeus.
-Não... é que... Porque coloca la em tormento?
Perguntou Atena.
-Porque é divertido.
Falou Ares.
-Atena, você concordou com isso... Não estava prestando atenção?
Perguntou Ares.
-Sim, eu estava prestando atenção... que seja como desejam então.
Disse Atena.
Então Tanatos estalou os dedos e a mulher entrou em sofrimento, ela sentia dores por todo corpo e gritava sem parar.
-Irei me retirar imperador Hades.
disse Tanatos virando sombra novamente e desaparecendo.
-Ótimo, agora não conseguiremos dormir.
Disse Dionisio.
-Não se preocupem.
Falou Hefesto.
-Eu criei recentemente uma grande vaso a qual não se pode ouvir barulho nenhum que seja produzido lá dentro.
continuou.
-Ótimo Hefesto, você sempre tem ótimas invenções.
Disse Zeus.
-Então vão todos dormir, eu e Hefesto iremos por a moral dentro do grande vaso.
E todos os deuses se retiraram para seus aposentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário